Browsing Category

ano novo

ano novo, eu, reflexões

Algumas reflexões…

E é mesmo verdade passou mais um ano. A ideia que tenho é de que o tempo agora passa mesmo a correr… Será da idade ou do tempo que resolveu mesmo acelerar? Não sei mas, lembro-me de estar com o coração aos pulos a pensar se isto ou aquilo ia correr bem dali a um mês… e afinal já passou. 
Tenho feito algumas reflexões mentais sobre o ano que passou mas, só hoje dei por mim a teclar tentando alinhavar as minhas ideias pela escrita…Não me posso queixar, o balanço foi positivo, os anseios acabaram quase sempre num “correu tudo bem”. Fecho os olhos e relembro alguns momentos e posso dizer que me surpreendo com um sorriso nos lábios. Não quer isto dizer que tenha caminhado por mantos de flores em que toda a gente me acenava com a cabeça. Nada disso, as desilusões existiram… os nós na garganta… Ainda assim, prefiro pensar que tudo tem um sentido que se não tivesse acontecido assim, ainda que naquela altura me fizesse sofrer de alguma forma, seria bem pior…Tudo faz sentido mesmo que não faça sentido nenhum…
Por isso, aquilo que vos digo, é que não desesperem se as coisas não vos correrem aparentemente muito bem… acredito que a razão de ser acabará por vir à tona…
Amanhã é que para a maioria das pessoas as coisas voltam à normalidade, à rotina.
Proponho-vos que aproveitemos esta nova oportunidade: um ano para escrever novas histórias…no mínimo interessantes!
Eu, mesmo com os meus anseios, prometo que vou tentar (MUITO)!
2015, ano novo

Bom Ano!

Desejo-vos, do fundo do meu coração que este ano vos traga a oportunidade de viver muitas coisas boas que ainda não vos foi permitido. E, acima de tudo com muita paz e serenidade.

beijinhos,
Teresa

ano novo, detox, Natal, saúde

Detox?

A seguir às festas de Natal, Ano Novo e culminando no  dia de Reis, começamos a sentir uma culpa infinita das calorias a mais que, eventualmente, possamos ter ingerido…Começamos a achar que estamos gordissimas e a ideia de um Verão, embora ainda longínquo, acena como um verdadeiro terror para nós.
Disparam os anúncios de beberagens milagrosas que nos vão apagar todos kilos em excesso e, toda a culpa que cresceu em nós nas últimas semanas.
As inscrições no ginásio proliferam… Tudo o que possa resgatar-nos do pecado da gula é bem vindo…
Agora vamos reflectir: com o frio que se faz e vai sentir ainda, atirarmo-nos de forma voraz a saladas verdes com pouco tempero e a pratinhos de sopa sem batata, é capaz de ser mesmo muito complicado. Falo por mim….Se conseguirem e ainda assim forem felizes, façam  favor
Fazer umas análises de rotina, para ver se se o colesterol e os açucares  estão bem é capaz de ser um atitude mais fácil e positiva para a nossa saúde.
Estando tudo nos conformes, na minha opinião, se calhar é melhor não sermos radicais. Não vamos passar da ingestão desmedida de calorias para a ausência quase total delas…Se fizermos as coisas de uma forma mais lenta, tudo será mais fácil…
Se não gostam de ginásios, comecem a fazer pequenas caminhadas; com o tempo podem passar a caminhadas maiores…
Mas, acima de tudo, tentem não desesperar…O desespero é  “uma das calorias” com consequências gigantiscas, para o corpo e para a mente. Não tenho nada contra os chás e infusões; existem vários  que até ajudam no melhor funcionamento da nossa digestão. Agora não queiram perder os ditos “kilos” extra através de diuréticos e laxantes; podem crer que as consequências a longo prazo, vão ser muito piores… 
Dou-vos o exemplo de uma amiga minha que pede para a empregada lhe adiantar o jantar, deixando o cardápio pré-definido: “Faça-me umas saladas para o jantar, entrei em dieta a seguir ao Natal…”Pois, ela entrar, entrou e realmente come a salada!!!..Mas, enquanto vê televisão até à hora de se deitar, não passa sem atacar umas pipocas, uns bombons só mais aquela noite. No dia seguinte, diz para com os seus botões “ retomarei a dieta rigorosa…”
Acima de tudo, o que vos quero alertar é para os exageros. Tenham sáude, preservem-se...Se calhar este ano tenho necessidade de me recordar de tudo isso com mais veemência...Vi partir alguém que tinha tudo, mas não teve saúde…
Enfim, já me estou a afastar do tema central... Cuidem de vocês, afastem o desespero, sejam felizes!
ano novo

Ano Novo . . .

Já fiz um post com balanços do ano…
Não sou dada a grandes e eufóricas comemorações nesta data… Já passei o ano em Londres, em Nova York….com grupos de amigos ou, simplesmente em casa com a família mais chegada, assistindo aos habituais programas televisivos de final do ano já gravados para o efeito…
3…2…1 …0…O ano novo chega sempre e, o sítio onde o passamos, creio já o ter dito no ano passado, não influencia rigorosamente nada o decorrer do mesmo. Esta é a minha convicção. Respeito as demais…
Por isso, o que vos desejo acima de tudo é  tranquilidade, saúde e paz de espírito para enfrentar um novo ano…
E já agora … espero que continuem a seguir-me no blog! 😉
Feliz Ano Novo!!!!